Efeito hepatoprotetor do suco de acerola

  • Categoria do post:Saúde
Você está visualizando atualmente Efeito hepatoprotetor do suco de acerola

A acerola (Malpighia emarginata D.C.) é reconhecidamente um dos frutos com elevado teor de antioxidantes, como vitamina C, antocianinas e carotenóides. As antocianinas conferem cor vermelha, de modo que quanto mais antocianina, mais vermelha será a acerola, ao passo que os carotenóides propiciam cor amarelada. Sabe-se que os antioxidantes possuem um papel importante no combate das espécies reativas de oxigênio (EROs), impedindo o ataque das estruturas celulares. O excesso de EROs, radicais livres, no corpo humano, podem desencadear várias doenças, vez que deterioram as membranas celulares e o DNA.

Isto posto, destaca-se a doença hepática causada pelo consumo excessivo e prolongado de álcool, responsável por ocasionar desnutrição primária e secundária pelo deslocamento e redução da absorção de nutrientes, respectivamente. Além disso, o álcool, por ser tóxico, causa uma agressão celular direta que, associada a carência de nutrientes, provoca cirrose hepática.

Desse modo, o consumo excessivo de álcool perpetua a doença hepática e provoca anemia, tendo em vista que favorece o estresse oxidativo com consequente aumento de radicais livres, causando a peroxidação dos lipídios da membrana dos eritrócitos e dos hepatócitos. Já os radicais livres são moléculas produzidas naturalmente pelo processo de respiração, que podem ter sua concentração aumentada em condições de estresse. Tal excesso provoca a peroxidação lipídica das membranas biológicas, proporcionando a diminuição de sua fluidez e, finalmente, o rompimento da célula.

Por apresentar valores elevados de vitamina C, a acerola apresenta grande atividade antioxidante, sendo responsável por neutralizar a ação das espécies reativas de oxigênio e proteger as células do ataque desses. Para mais, a literatura aponta que a ingestão de suco de acerola reduz, significativamente, a peroxidação lipídica das células, em aproximadamente 50%.

Por fim, tem-se que os animais que ingeriram o suco de acerola e álcool ao mesmo tempo, não apresentaram danos hepáticos ocasionados pela ingestão de álcool, revelando os benefícios da acerola para a saúde humana. Assim sendo, o efeito hepatoprotetor da acerola é atribuído não só por seu elevado teor de vitamina C, mas também pela presença de vários bioativos como flavonóides e antocianinas.

Profª. Drª. Nila Maria Bezerril Fontenele 

Docente do Curso de Nutrição do Centro Universitário Ateneu
Doutora em Bioquímica, mestra em Engenharia Civil (Recursos Hídricos) e graduada em Ciências Biológicas

Saiba mais sobre o Curso de Nutrição da UniAteneu.